WATV.org is provided in English. Would you like to change to English?

A obediência de um só homem e a desobediência de um só

51 Views
FacebookTwitterEmailLineKakaoSMS

Precisamos refletir na nossa fé e meditar nas palavras do nosso Pai e da nossa Mãe celestiais repetidamente, para podermos alcançar o eterno reino de Deus. Nós devemos conseguir a completa obediência às palavras de Deus, refletindo no que nós não temos obedecido ainda.

Cada um de nós é um grande obreiro do evangelho nesta época. A desobediência de um só homem pode converter-se num grande obstáculo para a obra do evangelho de Deus, e pela obediência de um só, a obra do evangelho pode completar-se rapidamente pela graça de Deus.

A desobediência de Adão

A Bíblia dá um exemplo concreto sobre o enorme impacto que pode ocorrer na humanidade pela obediência de um só homem e pela desobediência de um só.

『Porque, como, pela desobediência de um só homem, muitos se tornaram pecadores, assim também, por meio da obediência de um só, muitos se tornarão justos.』 Rm. 5:19

O capítulo 5 de Romanos contrasta a desobediência de Adão e a obediência de Jesus Cristo. O primeiro causou que o pecado e a morte entrassem no mundo, enquanto o último fez todos os homens viverem para sempre. Pela desobediência de um só homem à palavra de Deus: “Da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás”, a trágica consequência, isto é, a morte foi trazida a todos os seres humanos.

『E o SENHOR Deus lhe deu esta ordem: … mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás.』 Gn. 2:16-17

『Mas a serpente … disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? Respondeu-lhe a mulher: Do fruto das árvores do jardim podemos comer, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Dele não comereis, nem tocareis nele, para que não morrais. Então, a serpente disse à mulher: É certo que não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal. Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu.』 Gn. 3:1-6

A mesma coisa pode acontecer conosco se não gravarmos no coração as palavras que Deus nos deu. O diabo tenta as pessoas a comerem do fruto proibido por Deus, fazendo com que o fruto pareça ainda mais doce e desejável. Para isso, ele murmura: “Uma vez que comerem do fruto, vocês se tornarão sábios como Deus, cheios de conhecimento. Que tal comerem agora mesmo?” Desta forma aconteceu o primeiro pecado da humanidade.

Adão e Eva eram uma só carne porque Eva era parte de Adão. Por isso, a Bíblia descreve sua transgressão como “o pecado de um só homem, Adão”. Então, por que Deus menciona o pecado de Adão no primeiro livro da Bíblia? Também com isso, o que quer nos mostrar?

Precisamos compreender até quanto a desobediência de um só homem pode ter efeito sobre a humanidade. Antigamente, depois que Josué e seu exército conquistaram a cidade de Jericó, quando estavam indo rumo à terra de Canaã, o pecado de um homem chamado Acã trouxe o castigo à nação inteira. Israel foi derrotado na batalha de Ai e o caminho para conquistar a terra de Canaã foi bloqueado temporariamente (Js. 7:1-26).

Pelo pecado de um só homem, o caminho que a nação devia seguir foi bloqueado, e pela desobediência de um só homem a morte atingiu todos os homens. Esta história serve como uma evidência para mostrar quão importante é a obediência de um só homem.

A obediência de Jesus Cristo

A Bíblia diz que Adão é a figura do que havia de vir (Rm. 5:14). Na verdade, Adão era uma figura oposta de Jesus, pois ele trouxe a morte ao mundo por ter desobedecido ao mandamento de Deus de não comer da árvore do conhecimento do bem e do mal. Pelo contrário, Jesus trouxe vida eterna à humanidade por ter obedecido à vontade de Deus até à morte.

『Ele, Jesus, nos dias da sua carne, tendo oferecido, com forte clamor e lágrimas, orações e súplicas a quem o podia livrar da morte e tendo sido ouvido por causa da sua piedade, embora sendo Filho, aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu e, tendo sido aperfeiçoado, tornou-se o Autor da salvação eterna para todos os que lhe obedecem, tendo sido nomeado por Deus sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque.』 Hb. 5:6-10

Através da sua obediência, Jesus se tornou Autor da salvação eterna para todos os que lhe obedecem. Ele veio em carne humana e sempre mostrou exemplos de obediência à vontade de Deus. Quando orava em Getsêmani, pouco antes do seu sofrimento e da morte, só procurou obedecer à vontade de Deus: “Pai, se queres, passa de mim este cálice; contudo, não se faça a minha vontade, e sim a tua”.

Deste modo, até mesmo diante da morte, Cristo obedeceu perfeitamente à vontade de Deus. A humanidade que veio a morrer pela desobediência de um só homem veio a ter a vida eterna pela obediência de um só homem.

『Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz. Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai. Assim … como sempre obedecestes … desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor.』 Fp. 2:5-12

Todas as palavras da verdade dadas por Deus merecem ser obedecidas até à morte. Sobre isso, quando Jesus Cristo veio a esta terra dois mil anos atrás, ele deu o exemplo.

Como Cristo, que se tornou obediente até à morte, devemos alcançar a salvação obedecendo a todas as palavras de Deus Elohim. Se nós obedecermos a Deus, ele nos exaltará ao alto. Deus exaltou a Jesus e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que, diante do nome Jesus, se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra. Do mesmo modo, se conseguirmos obedecer completamente à vontade de Deus, Ele nos exaltará ao alto e nos dará elogios, glória e louvor dentre todas as pessoas da terra. Por isso, a Bíblia diz que somos sacerdotes reais do céu (Ref. 1Pe. 2:9).

Se não obedecermos completamente à palavra de Deus, nunca poderemos receber tais elogios e louvores. Por esta razão, a Bíblia diz que para alcançar a salvação devemos obedecer sempre com temor e tremor.

Deixem os pensamentos de desobediência

Dentre muitos tipos de fé, a fé melhor é a obediente. Não obstante, como Adão e Eva, se nós confiarmos em nossos próprios pensamentos, a fé em Deus se desvanece e assim viola a vontade de Deus.

“Muito delicioso e agradável até aos olhos, este fruto nos faz ter a sabedoria. Será que a morte vem a mim só por comê-lo?” “Deus é misericordioso. Será que Ele me castigará por fazer isto?” Deste modo, se alguém puser seus próprios pensamentos diante da palavra de Deus, não poderá obedecer à vontade de Deus e a sua desobediência trará a morte não só a ele, mas também aos outros.

『Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao SENHOR, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar. Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o SENHOR, porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos … assim será a palavra que sair da minha boca: não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a designei.』 Is. 55:6-11

A palavra de Deus nunca é vazia. Nossos pensamentos diferem dos pensamentos de Deus. Por isso, a Bíblia nos diz que deixemos nossos pensamentos e voltemos a Deus. Devemos deixar todos os nossos pensamentos contrários à palavra de Deus. Quando jogarmos fora os nossos pensamentos e vivermos segundo a vontade de Deus, poderemos receber de Deus abundantes bênçãos e a vida eterna.

Normalmente, quando Adão e Eva estavam cheios da palavra de Deus, o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal parecia por fora desagradável e insípido. No entanto, quando eles se encheram dos seus próprios pensamentos, ouvindo as palavras do diabo, o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal parecia bom para comer, e agradável aos olhos, e desejável para alcançar a sabedoria. Assim mesmo, o pensamento de Deus é abismalmente diferente do humano. Ninguém sabe o que vai acontecer amanhã, porém, Deus vê todo o futuro. Por isso, Ele disse a Adão e Eva que não comessem da árvore do conhecimento do bem e do mal.

Quando fazemos com alegria até o fim o que Deus mandou, enquanto não fazemos o que Ele proibiu, mesmo que seja desejável, os anjos celestiais abaixarão a sua cabeça diante de nós, porque eles nos reconhecem como o povo orientado pelo Espírito de Deus, ou seja, como as palavras vivas de Deus por sermos uniformes ao pensamento e à vontade de Deus.

A desobediência conduz-nos à morte. Deus dá a vida eterna ao que é fiel até à morte. A obediência começa a partir de uma pessoa. Isso é importante. Se cada um de nós obedecer absolutamente à vontade do Pai e da Mãe, poderemos entrar na vida. Contudo, pela desobediência de um só homem, talvez todos nós possamos entrar no caminho que nos afasta de Deus.

A evangelização mundial se cumpre pela obediência

Deus não nos manda obedecê-lo para exercer absoluta autoridade sobre nós. Todos os mandamentos de Deus são dados para a nossa salvação e para o benefício das nossas almas.

『Assim diz o SENHOR, o teu Redentor, o Santo de Israel: Eu sou o SENHOR, o teu Deus, que te ensina o que é útil e te guia pelo caminho em que deves andar. Ah! Se tivesses dado ouvidos aos meus mandamentos! Então, seria a tua paz como um rio, e a tua justiça, como as ondas do mar. Também a tua posteridade seria como a areia, e os teus descendentes, como os grãos da areia; o seu nome nunca seria eliminado nem destruído de diante de mim.』 Is. 48:17-19

Nos dias do profeta Isaías, Israel trouxe consigo as calamidades por desobedecer aos mandamentos de Deus. A história da Bíblia nos mostra que cada calamidade é consequência da desobediência à palavra de Deus, enquanto que todas as bênçãos são resultados da obediência.

Cada ensinamento de Deus é para o nosso próprio bem. Ele nos manda fazer as coisas que devemos fazer, mostrando-nos exemplos, para nos levar ao eterno reino dos céus onde podemos viver para sempre. Para o nosso próprio benefício, Deus nos tem ensinado a guardar os seus mandamentos, a pregar o evangelho, a amar-nos uns aos outros, a resistir ao diabo e etc.

『E estando prontos para punir toda desobediência, uma vez completa a vossa submissão.』 2Co. 10:6

Numa situação em que os filhos não obedecem à palavra de Deus, se Deus castigar somente os demais que não obedecem à sua palavra, Ele se tornará injusto. Por isso, uma das coisas, que precisamos ter para entrarmos no reino dos céus, é a obediência. Deus, que é justo, está se preparando para cumprir a obra do evangelho quando a nossa obediência for perfeita.

Precisamos analisar-nos e ver se estamos obedecendo completamente a todos os ensinamentos do nosso Pai e da nossa Mãe celestiais, ou, se só obedecemos ao que nos agrada e desobedecemos ao que nos desagrada. Temos que obedecer a tudo o que Deus nos manda, até à menor coisa.

Deus nos disse para estarmos sempre alegres e unidos em amor uns aos outros. Também devemos obedecer a estas palavras. Se alguém diz: “Posso fazer tudo exceto isto”, não é mais que uma desculpa para substituir a vontade de Deus pela sua própria. Ele é como Adão e Eva, que comeram do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, que Deus lhes havia proibido que comessem, pensando que o fruto proibido era bom para comer, e agradável aos olhos, e desejável para alcançar a sabedoria. Quando abandonarmos os nossos próprios pensamentos e nos entregarmos com alegria à vontade de Deus, poderemos alcançar a salvação.

A obediência nos guia à Canaã celestial

Os 144 mil santos, redimidos da terra pela graça de Deus, são “os que seguem o Cordeiro por onde quer que vá”. Como está profetizado a seguir:

『Olhei, e eis o Cordeiro em pé sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil … Entoavam novo cântico diante do trono, diante dos quatro seres viventes e dos anciãos. E ninguém pôde aprender o cântico, senão os cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra. São estes os que não se macularam com mulheres, porque são castos. São eles os seguidores do Cordeiro por onde quer que vá. São os que foram redimidos dentre os homens, primícias para Deus e para o Cordeiro; e não se achou mentira na sua boca; não têm mácula.』 Ap. 14:1-5

Os 144 mil são os que obedecem plenamente à palavra de Deus com alegria e gratidão. Não devemos pensar que não importa se obedecemos ou não à palavra de Deus. Precisamos ser obedientes ao que Deus diz, como Cristo o fez até à morte. Se não abandonarmos a dureza, a desobediência e o coração não arrependido, seremos castigados com destruição eterna. Como está escrito:

『Ou desprezas a riqueza da sua bondade, e tolerância, e longanimidade, ignorando que a bondade de Deus é que te conduz ao arrependimento? Mas, segundo a tua dureza e coração impenitente, acumulas contra ti mesmo ira para o dia da ira e da revelação do justo juízo de Deus.』 Rm. 2:4-5

Cada vez o individualismo e o egoísmo se difundem mais no mundo. Os homens amam a si mesmos e estão cheios de obstinação e dureza pelo coração não arrependido. Por isso, eles não querem fazer as coisas que contrariam até um pouco as suas próprias ideias.

Se fizermos as coisas à nossa maneira, podemos ser tentados por Satanás e até as más coisas podem parecer boas aos olhos e ouvidos. O caminho pelo qual Deus nos guia pode parecer-nos temporariamente pouco proveitoso, mas se obedecermos constantemente à vontade de Deus, que conhece nosso futuro e nos ensina para o nosso próprio bem, a nossa obediência se converterá em abundantes bênçãos.

Ao ver a peregrinação dos israelitas durante 40 anos pelo deserto, os que desobedeceram não puderam entrar em Canaã, a terra prometida, e finalmente foram destruídos no deserto.

『E contra quem jurou que não entrariam no seu descanso, senão contra os que foram desobedientes?』 Hb. 3:18

Assim como os israelitas desobedientes não puderam entrar na terra de Canaã, os que não obedecem não podem entrar no repouso de Deus, o qual é o reino dos céus. Embora o mundo rejeite a Deus, devemos seguir a Deus Elohim com fé até o fim. Cada um de nós deve pregar diligentemente os ensinamentos do Espírito e da Noiva a todas as pessoas do mundo.

Uma pessoa é importante. Se cada um de nós compreender a missão de despertar o mundo inteiro do profundo sono espiritual, podemos achar todos os filhos perdidos de Deus. Através da história de que a desobediência de um só homem trouxe a morte a toda a humanidade, enquanto que a obediência de um só trouxe a vida eterna, se cada um de nós obedecer até o fim à palavra de Deus, toda a humanidade poderá voltar ao caminho da vida. Creiamos nisto e sejamos completamente obedientes a Deus.

Somos os santos que seguem a Deus Elohim por onde quer que vá. Como povo de Sião, estejamos sempre dispostos a obedecer à palavra de Deus com alegria e gratidão, confiando somente nele e seguindo-o. Assim seremos salvos e entraremos no reino dos céus.

FacebookTwitterEmailLineKakaoSMS