WATV.org is provided in English. Would you like to change to English?

Senão por mim

51 Views
FacebookTwitterEmailLineKakaoSMS

O propósito de Deus ter dado aos seres humanos a Bíblia é para dar a salvação das suas almas. A Bíblia é um livro que nos desperta a sabedoria para a salvação (Ref. 1Pe. 1:9, 2Tm. 3:15-17). Mesmo crendo em Deus, se alguém não puder alcançar a salvação por não conhecer o caminho da salvação, não haverá desgraça maior que esta. Para alcançar a salvação das nossas almas, precisamos compreender corretamente a Bíblia, que contém a palavra de Deus, e achar o caminho da salvação que Deus nos tem mostrado nela. Ali está a razão por que precisamos estudar diligentemente a Bíblia.

Deus é o caminho, e a verdade, e a vida

Deus declarou sua palavra ao seu povo por meio dos profetas em cada época. No tempo de Moisés, Deus desceu sobre o Monte Sinai e deu através de Moisés a lei, pela qual o povo seria educado. Há dois mil anos, Deus mesmo veio a esta terra em carne e ensinou ao seu povo a sabedoria para a salvação. Tudo isto está escrito na Bíblia. Então, vamos verificar o caminho da salvação que a Bíblia ensina.

『Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.』Jo. 14:6

Jesus disse: “Eu sou o caminho”, e: “Ninguém vem ao Pai senão por mim”, o qual significa: “Ninguém pode ser salvo senão por mim”. Encontrar a verdade significa buscar a Deus que nos guia para alcançar a salvação das nossas almas. Deus mesmo é o caminho, e a verdade, e a vida.

Mas, em nossa vida de fé, se não temos um conhecimento verdadeiro, podemos procurar outras coisas que não têm nada a ver com a palavra de Deus, ou cometer alguma idolatria. Se for separado de Deus, tudo se tornará em vão. Mesmo que seja um pastor muito famoso, ele não terá sentido se for afastado de Deus. Nem Pedro, nem Paulo, pode salvar-nos. Eles são apenas exemplos de fé para nós, e não podem ser objetos para a nossa adoração. Para nós existe só um objeto de adoração, isto é, Deus que nos guia à salvação.

『Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim. Contudo, não quereis vir a mim para terdes vida.』Jo. 5:39-40

A única maneira de obter a salvação é crer em Deus. Não obstante, Deus veio em forma humana, por isso ninguém podia reconhecê-lo nem buscá-lo.

Embora alguém diga crer em Deus, se ele não crê em Deus que veio em carne e não o busca, como pode ser salvo? Jesus afirmou: “Ninguém vem ao Pai senão por mim”. Isto significa que ninguém pode entrar no reino de Deus, senão através de Jesus.

A sabedoria para a salvação que a Bíblia mostra

Já que não podemos alcançar a salvação senão por meio de Deus, devemos prosseguir em conhecer a Deus. Desde o princípio, através do livro de Gênesis, Deus já nos mostrou que existem Deus Pai e Deus Mãe.

『Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra. Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.』Gn. 1:26-27

Se o homem e a mulher foram criados à imagem de Deus, assim podemos saber que existem dois Deuses: a imagem masculina de Deus e a imagem feminina de Deus. Deus que tem a imagem masculina é chamado de “Pai” por todos os cristãos. Então, como devemos chamar o Deus que tem a imagem feminina? Devemos chamar-lhe “Deus Mãe”, não é certo?

Através da história da família de Abraão, vamos confirmar que não poderemos herdar o reino dos céus senão através de Deus Pai e de Deus Mãe.

『Ora, havia certo homem rico que se vestia de púrpura e de linho finíssimo e que, todos os dias, se regalava esplendidamente. Havia também certo mendigo, chamado Lázaro, coberto de chagas, que jazia à porta daquele; e desejava alimentar-se das migalhas que caíam da mesa do rico; e até os cães vinham lamber-lhe as úlceras. Aconteceu morrer o mendigo e ser levado pelos anjos para o seio de Abraão; morreu também o rico e foi sepultado. No inferno, estando em tormentos, levantou os olhos e viu ao longe a Abraão e Lázaro no seu seio. Então, clamando, disse: Pai Abraão …』Lc. 16:19-24

Através desta parábola do rico e do mendigo Lázaro, Jesus nos ensinou acerca do céu e do inferno. Aqui, sobre Lázaro que entrou no reino dos céus, Jesus descreveu que ele foi levado ao seio de Abraão.

Deus é nosso Pai desde o princípio. Só Deus é o verdadeiro Pai dos nossos espíritos, que nos dá a vida eterna (Mt. 23:9). Portanto, podemos entender que o Pai Abraão nesta parábola simboliza Deus. Então, a história sobre quem se tornou o herdeiro da família de Abraão serve de sombra e profecia dos que receberão a herança do reino de Deus, e também mostra que por meio de quem eles herdarão o reino de Deus.

A família de Abraão e a Mãe

『Depois destes acontecimentos, veio a palavra do SENHOR a Abrão, numa visão, e disse: Não temas, Abrão, eu sou o teu escudo, e teu galardão será sobremodo grande. Respondeu Abrão: SENHOR Deus, que me haverás de dar, se continuo sem filhos e o herdeiro da minha casa é o damasceno Eliézer? Disse mais Abrão: A mim não me concedeste descendência, e um servo nascido na minha casa será o meu herdeiro. A isto respondeu logo o SENHOR, dizendo: Não será esse o teu herdeiro;  mas aquele que será gerado de ti será o teu herdeiro.』Gn. 15:1-6

Já que Abraão era um homem muito idoso, tinha que escolher o seu herdeiro. E, como Abraão não tinha filhos, havia planejado dar a Eliézer, o mordomo da sua casa, sua herança e todos os seus bens. Mas, Deus deu a condição de escolher o herdeiro de Abraão, dizendo: “Não será esse o teu herdeiro; mas aquele que será gerado de ti será o teu herdeiro”.

『Ora, Sarai, mulher de Abrão, não lhe dava filhos; tendo, porém, uma serva egípcia, por nome Agar, disse Sarai a Abrão: Eis que o SENHOR me tem impedido de dar à luz filhos; toma, pois, a minha serva, e assim me edificarei com filhos por meio dela. E Abrão anuiu ao conselho de Sarai … Agar deu à luz um filho a Abrão; e Abrão, a seu filho que lhe dera Agar, chamou-lhe Ismael. Era Abrão de oitenta e seis anos, quando Agar lhe deu à luz Ismael.』Gn. 16:1-3, 15-16

Sara, a esposa de Abraão, era muito idosa e já não estava na idade de ter filhos. Por isso, Abraão chegou a ter o filho Ismael por meio de Agar, a serva egípcia de Sara. Considerando a palavra de Deus: “Aquele que será gerado de ti será o teu herdeiro”, pois Ismael saiu do corpo de Abraão, podia ser o herdeiro de Abraão. Mesmo assim, Deus deu mais uma condição.

『Disse também Deus a Abraão: A Sarai, tua mulher, já não lhe chamarás Sarai, porém Sara. Abençoá-la-ei e dela te darei um filho; sim, eu a abençoarei, e ela se tornará nações; reis de povos procederão dela … Disse Abraão a Deus: Tomara que viva Ismael diante de ti. Deus lhe respondeu: De fato, Sara, tua mulher, te dará um filho, e lhe chamarás Isaque; estabelecerei com ele a minha aliança, aliança perpétua para a sua descendência.』Gn. 17:15-21

Abraão pediu que Ismael, nascido da sua serva, fosse seu herdeiro, mas Deus não o permitiu, e disse que ele estabeleceria sua aliança com Isaque, que Sara daria à luz. Segundo a promessa de Deus, Sara, aos 90 anos de idade, deu à luz Isaque, o filho de Abraão, que finalmente chegou a ser seu herdeiro.

O fator decisivo para ser o herdeiro é a mãe

Sobre o processo de se decidir o herdeiro da família de Abraão, a Bíblia narra com muitos versículos. Se isto não tivesse nada a ver com a nossa salvação, não haveria o motivo de Deus ter deixado tudo isto registrado detalhadamente. Pois a Bíblia dá a sabedoria que nos conduz à salvação, a história da família de Abraão escrita na Bíblia é uma profecia muito importante que nos mostra através de quem poderemos herdar o eterno reino dos céus.

Vamos verificar, um após o outro, os candidatos da família de Abraão. Primeiro, Eliézer era um mordomo nascido na casa de Abraão. Antigamente em Israel, se os pais fossem escravos, seus filhos também eram escravos desde o seu nascimento e cresciam na casa do seu senhor. Com isso, podemos saber que os pais de Eliézer eram escravos. Pois ele não era filho de Abraão, Deus o desqualificou como herdeiro de Abraão.

Ismael, que foi o segundo candidato, foi gerado mesmo de Abraão, e era filho dele, que é dono, o homem livre. No entanto, a sua mãe era uma mulher egípcia, a serva de Sara. Por isso, Deus não o aprovou e acrescentou mais uma condição de que o herdeiro devia nascer de Sara. Assim, afinal, Isaque, que nasceu do corpo de Sara, a mulher livre, chegou a ser o herdeiro de Abraão.

Nos tempos antigos de Israel, existia a lei da primogenitura, que consistia em passar os direitos de herança ao filho primogênito. Segundo a linhagem paterna, Ismael devia herdar os bens do seu pai como seu filho mais velho. Não obstante, pela linhagem materna, foi Isaque quem chegou a ser o herdeiro do seu pai Abraão, e recebeu a herança de Abraão.

A história de que Isaque recebeu a herança de Abraão através da sua mãe, nos faz entender que nós receberemos a herança do reino de Deus através da nossa Mãe. Receber a herança do reino dos céus significa receber a vida eterna, a salvação, e todas as outras bênçãos do céu.

Os que disseram: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança”, foram Deus Pai e Deus Mãe, quer dizer, Deus Elohim. Se tivesse sido possível ir ao céu só através de Deus Pai, Ismael teria sido o herdeiro de Abraão. Mas, esta não era a vontade de Deus. Ele permitiu que Isaque fosse o herdeiro de Abraão por meio da sua mãe Sara, a mulher livre. Com isto, Deus nos mostra claramente que podemos receber a herança do céu através de Deus Mãe, que é livre.

A salvação através de Deus Mãe

O apóstolo Paulo explica em Gálatas 4, como segue:

『Mas a Jerusalém lá de cima é livre, a qual é nossa mãe … Vós, porém, irmãos, sois filhos da promessa, como Isaque. Como, porém, outrora, o que nascera segundo a carne perseguia ao que nasceu segundo o Espírito, assim também agora. Contudo, que diz a Escritura? Lança fora a escrava e seu filho, porque de modo algum o filho da escrava será herdeiro com o filho da livre. E, assim, irmãos, somos filhos não da escrava, e sim da livre.』Gl. 4:26-31

A Bíblia diz que somos filhos da promessa, como Isaque, e que a Jerusalém lá de cima é livre e é nossa mãe. Aqui, se a Jerusalém celestial é livre e é nossa Mãe, quer dizer, a mãe de todos nós, então, como nós, filhos de Deus, devemos chamá-la? Com certeza, devemos chamar-lhe “Mãe”, não é?

Para receber a salvação das nossas almas, devemos crer na Mãe Jerusalém. Nesta época do Espírito Santo, nosso Deus Mãe veio como Sara, a mulher livre, e ela dá à luz os filhos da promessa, como Isaque, e os guia ao eterno reino celestial. Ninguém pode ir ao céu senão por meio da Mãe.

Por isso, o apóstolo João descreveu a Noiva que dá a água da vida é a Jerusalém celestial, e o profeta Zacarias deu testemunho de que a água da vida sairia de Jerusalém, a fonte da água da vida (Ref. Ap. 22:17, 21:9, Zc. 14:8). A Bíblia testifica que por meio da Mãe podemos obter a vida eterna e ir ao reino dos céus.

Deus nos diz que o sigamos por onde quer que vá, porque ele é o caminho. Na família de Abraão, o fator decisivo para ser seu herdeiro, foi a “mãe”. Entre as condições que Deus pôs para ser herdeiro de Abraão, a primeira foi que seu herdeiro devia sair do seu próprio corpo, e a segunda era que o herdeiro devia nascer também do corpo de Sara. Isto implica que, assim como Isaque, nós poderemos chegar a ser os herdeiros de Deus e herdar seu reino quando cremos em Deus Pai e também em Deus Mãe.

Uma vida digna como herdeiros de Deus

Somos os herdeiros de Deus que herdarão seu reino. O Espírito mesmo testifica que somos filhos de Deus e herdeiros (Rm. 8:16-18). Por isso, todos nós devemos andar no caminho da fé, sendo dignos de sermos os herdeiros de Deus.

『E, porque vós sois filhos, enviou Deus ao nosso coração o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai! De sorte que já não és escravo, porém filho; e, sendo filho, também herdeiro por Deus.』Gl. 4:6-7

Se um herdeiro leva uma vida dissoluta a cada dia, falando e comportando-se mal e inadequadamente, provocará problemas aos seus pais. Mesmo dizendo crer no Pai e na Mãe, os que não seguem os ensinamentos e as lições que o Pai e a Mãe deram, sendo injustos, não poderão herdar o reino de Deus.

『Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlte-ros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus.』1Co. 6:9-10

Os que herdarão o reino de Deus devem atuar de uma maneira digna dos herdeiros de Deus. Para se parecer com o coração generoso de Deus, devemos amar e considerar os outros e compadecer-nos das pessoas do mundo com uma boa conduta e palavras cheias de graça, a fim de podermos guiar toda a humanidade ao caminho da vida. Praticando as virtudes dignas dos filhos e herdeiros de Deus, devemos ser um exemplo para o mundo.

O Pai e a Mãe nunca nos têm guiado pelo mau caminho. Os que creem absolutamente no Pai e na Mãe e que os seguem, não podem cair na maldade. Pelo contrário, os que vivem uma vida dissoluta, andando pelo caminho que Deus não orienta, cairão facilmente na maldade e perderão seu lugar entre os herdeiros de Deus.

Vamos ao eterno reino celestial, seguindo os ensinamentos do Pai e da Mãe. Há dois mil anos, os discípulos de Jesus consideravam verdadeiramente suas palavras preciosas e o seguiram absolutamente, porque eles acreditavam firmemente que Jesus era Deus, embora ele tivesse vindo em carne a esta terra, e que tinha palavras de vida eterna (Jo. 6:68), e que ninguém podia entrar no céu senão por ele. Nestes dias, nós também devemos ter a mesma fé e entendimento que os discípulos tiveram.

Nossa salvação depende só de Deus, que é o caminho, e a verdade, e a vida. Espero que todos vocês acreditem em Deus Mãe e que obedeçam à sua palavra, de modo a serem os filhos celestiais que herdam graciosamente a herança celestial por meio da Mãe, assim como Isaque se tornou o herdeiro por sua mãe.

FacebookTwitterEmailLineKakaoSMS