WATV.org is provided in English. Would you like to change to English?

Conferência Especial para o ASEZ, Orientada pela Vice-Ministra do Meio Ambiente do Equador

Junto a mais de 700 universitários do ASEZ, a vice-ministra enfatizou no papel dos líderes que agem em solidariedade e pacientemente

Coreia do Sul

5/5/2022 66 Visualizações

A contaminação ambiental e a crise climática são os maiores problemas da comunidade internacional no século XXI. No dia 5 de maio, na sala de seminários do Templo da Nova Jerusalém em Pangyo, Coreia do Sul, foi preparado um evento especial para os estudantes universitários interessados em temas ambientais globais e para os funcionários governamentais que promovem políticas nacionais a fim da conservação do meio ambiente. Se trata da “Conferência Especial Orientada pela Vice-Ministra do Meio Ambiente do Equador”, organizada pelo ASEZ, o Voluntariado Universitário da Igreja de Deus. Na conferência participaram mais de 700 universitários do ASEZ da área metropolitana e funcionários do Ministério do Meio Ambiente do Equador.

A vice-ministra do meio ambiente do Equador, Bianca Dager Jervis, que subiu ao palco, é uma profissional com muitos anos de experiência no campo do meio ambiente. A vice-ministra estava de visita à Coreia para assistir ao 15º Congresso Florestal Mundial que foi celebrado neste país durante cinco dias desde o dia 2 de maio. Ela compartilhou, em primeira mão, os conhecimentos e as experiências acumulados, com os estudantes do ASEZ que investigam a fundo os crescentes problemas do meio ambiente.

A vice-ministra Jervis, que se apresentou como ambientalista e mãe de dois filhos, manifestou que todos podem fazer algo positivo com respeito ao problema da contaminação ambiental que a humanidade enfrenta, sem muito conhecimento professional. Ela apresentou como abordar os problemas ambientais com ela e sua família na vida cotidiana. Pôs ênfase em três coisas necessárias para resolver as dificuldades da sociedade moderna. Que são a solidariedade, a perseverança e os líderes. A vice-ministra Jervis aconselhou: “Nós precisamos compartilhar as formas de mudar o meio ambiente na direção correta em solidariedade com muitas pessoas, e persistir em não nos render até obter resultados significativos com elas”. Também encorajou o ASEZ, dizendo: “Precisamos de ‘líderes’ que planejem atividades especificas e as ponham em prática, não apenas apontando os problemas ambientais”. Ela implantou visões na mente dos estudantes universitários que assistiram à conferência.

Mesmo que os estudantes continuassem fazendo perguntas, inclusive depois da conferência, ela respondeu com sinceridade que as pequenas ações realizadas na vida diária, como o uso de produtos ecológicos e outras mais, conduziriam à solidariedade e a mudança entre muitas pessoas. Depois do evento, declarou: “Fiquei feliz por estar aqui e as atividades energéticas dos estudantes universitários me surpreenderam”.

Os universitários que escutaram a conferência se mostraram decididos a realizar positivamente as atividades ambientais em benefício deles mesmos e do futuro do meio ambiente mundial. Jung Young-jin (da Universidade Nacional de Seul), membro do ASEZ, disse: “Inclusive no campo da ciência, os temas ambientais são cada vez mais importantes. Ao escutar sobre as intervenções dos especialistas que trabalham pelo meio ambiente do outro lado da Terra, compreendi que é importante que ‘eu’ aja primeiro”. E afirmou que faria esforços do dia a dia, começando a utilizar o transporte público, para reduzir as emissões de carbono.