WATV.org is provided in English. Would you like to change to English?

Vençam a tentação

47 Views
FacebookTwitterEmailLineKakaoSMS

No nosso caminho ao reino dos céus, às vezes encontramos um obstáculo, a tentação. Temos que vencer a tentação para chegarmos seguros ao céu, a Canaã espiritual. Se não vencermos e cairmos na metade do caminho, nos distanciaremos muito do céu.

Com certeza, é importante para fazer nossa fé arder fervorosamente. Mas, acima de tudo, devemos guardar o espírito da fé que nos permite vencer a tentação, e correr constantemente rumo ao reino dos céus. A tentação pode acontecer conosco no início da nossa vida de fé, mas se faz mais forte ao chegarmos perto da Canaã celestial. Caminhar para o reino dos céus com uma fé firme somente em Deus e uma atitude positiva sem abandonar a esperança no céu, isto nos serve para vencer a tentação. A respeito disso, vamos estudar através da Bíblia.

As lições através da peregrinação de Israel pelo deserto

Ao lermos o livro de Gênesis, podemos encontrar um fato interessante na história de Israel. Quando Jacó levou toda a sua família para o Egito, havia só 70 pessoas na sua família. No entanto, graças à bênção de Deus que havia prometido: “De ti farei uma grande nação”, decorridos 430 anos a partir daí, o número dos israelitas varões com mais de 20 anos chegava aos 600 mil, quando eles estavam para sair do Egito. Mas, no final dos 40 anos de peregrinação pelo deserto, pouco antes que os israelitas entrassem na terra de Canaã, quando eles fizeram o recenseamento da população, o número da sua população não cresceu. Ainda eram 600 mil varões com mais de 20 anos.

No princípio foram grandemente prosperados com a bênção de Deus, mas por que deixaram de crescer em número? Porque muitos deles caíram em tentação e morreram no deserto.

『Recordar-te-ás de todo o caminho pelo qual o SENHOR, teu Deus, te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar, para te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias ou não os seus mandamentos. Ele te humilhou, e te deixou ter fome, e te sustentou com o maná, que tu não conhecias, nem teus pais o conheciam, para te dar a entender que não só de pão viverá o homem, mas de tudo o que procede da boca do SENHOR viverá o homem … Sabe, pois, no teu coração, que, como um homem disciplina a seu filho, assim te disciplina o SENHOR, teu Deus. Guarda os mandamentos do SENHOR, teu Deus, para andares nos seus caminhos e o temeres.』 Dt. 8:1-6

O deserto era um lugar de tentação e de prova para os israelitas. Quando eles estavam para sair do Egito, tinham uma fé fervente. Mas, as diversas condições desfavoráveis do deserto os fizeram cair em tentação. Às vezes não havia comida, e faltava água, e tinham que viajar por uma rota mais longa e sinuosa, ao invés de tomar o caminho mais curto. Nessa caminhada, Deus deu aos israelitas os mandamentos, as leis e os estatutos, e os fez conhecer o caminho da obediência com o fim de guiar os que tinham a plena fé em Deus e o temiam, à terra prometida de Canaã.

Se eles tivessem acreditado absolutamente em Deus, não teriam se preocupado por coisas sem importância, nem teriam perdido a paciência nem se queixado pelas dificuldades temporárias. Entretanto, a fé deles em Deus não era forte, por isso não puderam vencer as várias tentações que surgiram durante os 40 anos de peregrinação, e assim a maioria deles caiu no deserto.

『Entretanto, Deus não se agradou da maioria deles, razão por que ficaram prostrados no deserto. Ora, estas coisas se tornaram exemplos para nós, a fim de que não cobicemos as coisas más, como eles cobiçaram … Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia. Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.』 1Co. 10:1-13

Quando se deixavam vencer pela tentação, provavam a Deus, murmuravam contra ele, e cometiam fornicação e idolatria. Devido às suas iniquidades, no final foram destruídos e como resultado a população de Israel deixou de crescer.

Todas as coisas que sucederam aos israelitas no deserto aconteceram como exemplo para nos advertir. Agora vamos olhar para trás e perguntar a nós se estamos dando a Deus o nosso melhor esforço no caminho à Canaã espiritual. Aprendendo com os erros dos israelitas, devemos orar firmemente pedindo para que tenhamos uma fé firme, de modo a podermos vencer qualquer tentação.

Deus não nos deixa ser tentados mais do que podemos suportar. Quando somos tentados, Deus nos dá força para que possamos suportar. Poderemos triunfar sobre a tentação se obedecermos absolutamente aos mandamentos de Deus e o seguirmos até o fim com o coração grato e alegre por onde quer que Ele nos guie.

A vitória de Jesus sobre a tentação

Em Mateus 4, podemos ver que Deus, que veio em carne, foi tentado pessoalmente e venceu. O nosso Pai e a nossa Mãe nos têm dado exemplo de vencer qualquer tentação. Nós também devemos resistir firmemente às tentações que venham sobre nós e avançar até ao reino dos céus.

『A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome. Então, o tentador, aproximando-se, lhe disse: Se és Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães. Jesus, porém, respondeu: Está escrito: Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus. Então, o diabo o levou à Cidade Santa, colocou-o sobre o pináculo do templo e lhe disse: Se és Filho de Deus, atira-te abaixo, porque está escrito: Aos seus anjos ordenará a teu respeito que te guardem; e: Eles te susterão nas suas mãos, para não tropeçares nalguma pedra. Respondeu-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor, teu Deus. Levou-o ainda o diabo a um monte muito alto, mostrou-lhe todos os reinos do mundo e a glória deles e lhe disse: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então, Jesus lhe ordenou: Retira-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto. Com isto, o deixou o diabo, e eis que vieram anjos e o serviram.』 Mt. 4:1-11

Como os israelitas foram tentados no deserto primeiramente com relação à comida e à bebida, parece que o assunto de comer, isto é, o assunto econômico, é uma grande tentação para os homens. Jesus Cristo também foi tentado com comida, depois de ter jejuado durante 40 dias. No entanto, Jesus venceu a tentação, dizendo: “Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus”, e assim glorificou a Deus.

Na segunda tentação, Jesus venceu o diabo enfatizando que Deus é que deve receber adoração ao invés da tentação, dizendo: “Não tentarás o Senhor, teu Deus”. E, logo veio a terceira tentação. Jesus foi tentado com todos os reinos do mundo e a glória deles, mas venceu esta tentação, dizendo: “Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto”, e mostrou a glória de Deus.

Satanás nos tenta de toda forma, como fez com Jesus. Às vezes nos tenta com necessidades materiais, às vezes com coisas que nos fazem duvidar da verdade de Deus e do seu poder, e outras vezes tenta-nos a perseguir as coisas terrenas, fazendo-nos pensar de maneira errada que podemos obter tudo o que queremos, deixando de guardar as leis de Deus. A única maneira de vencermos todas estas tentações é temer sempre a Deus e dar-lhe glória. Quando temos este tipo de fé, podemos vencer qualquer tentação, assim como Jesus nos mostrou.

Nossos antepassados venceram a tentação com a fé

No caminho da fé no deserto espiritual, todos nós temos cargas que devemos levar. É para o bem da nossa alma que Deus tem nos dado essas cargas. Temos que acreditar nisto. Crer é uma virtude essencial para vencermos a tentação.

『Pela fé, Moisés, quando já homem feito, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, preferindo ser maltratado junto com o povo de Deus a usufruir prazeres transitórios do pecado; porquanto considerou o opróbrio de Cristo por maiores riquezas do que os tesouros do Egito, porque contemplava o galardão.』 Hb. 11:24-26

Moisés rejeitou toda a glória e as riquezas do Egito, e escolheu sofrer junto com o povo de Israel, porque contemplava o eterno galardão que Deus lhe havia prometido. Assim como ele, quando temos a fé de considerar que adorar e temer a Deus é maior do que possuir as riquezas e a glória do mundo, nós podemos vencer a tentação.

『De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam. Pela fé, Noé, divinamente instruído acerca de acontecimentos que ainda não se viam e sendo temente a Deus, aparelhou uma arca para a salvação de sua casa; pela qual condenou o mundo e se tornou herdeiro da justiça que vem da fé.』 Hb. 11:6-7

Noé obedeceu à palavra de Deus e construiu a arca, dedicando todo o seu tempo, riqueza e esforço. Pode imaginar quantas pessoas haviam zombado dele? O quanto ele foi ridicularizado? Apesar disso, Noé acreditou absolutamente nas palavras de Deus e lhe obedeceu. Já que ele tinha essa grande fé, no final ele e sua família foram salvos, enquanto as outras pessoas foram destruídas.

Assim também foi Abraão. Ele passou a prova de sacrificar Isaque. Como ele acreditou absolutamente nas palavras de Deus e teve a maior consideração por elas, Deus o livrou da tentação e lhe deu bênçãos ainda maiores. Através da vida dos nossos antepassados da fé, descrita na Bíblia, Deus nos mostra que podemos vencer qualquer prova que enfrentaremos, se tivermos absoluta fé em Deus e temermos a Ele.

O poder do pensamento positivo

Se alguém cai na tentação, começa a ver de uma forma negativa até as coisas positivas, e as coisas negativas de uma forma ainda mais negativa. Mas, se não cair em tentação, se a vencer, ele verá de um ponto positivo todas as coisas.

Quando os 10 espiões voltaram da terra de Canaã e reportaram dizendo: “Eles pareciam gigantes, mas éramos, aos nossos próprios olhos, como gafanhotos”, Josué e Calebe tomaram uma atitude positiva e confiança absoluta na promessa de Deus, e gritaram: “Nós os comeremos como pão”. Esta firme fé positiva lhes permitiu resistir a todas as tentações. Finalmente, os 600 mil homens varões, inclusive os 10 espiões que tiveram uma atitude negativa, foram todos destruídos no deserto. Mesmo assim, só Josué e Calebe que tiveram absoluta fé em Deus e o temeram em qualquer circunstância entraram em Canaã. Tais pessoas como eles são dignas de obter o eterno reino dos céus.

Enquanto estamos percorrendo o caminho da fé, pode haver ao nosso redor alguns que se queixam e murmuram. A atitude negativa deles faz com que não apenas eles, mas também os outros que estão ao seu redor caiam em tentação, levando todos à destruição.

Não devemos escutar as palavras dos que não têm fé e nem estar em companhia deles. Quanto mais se aproxima o reino dos céus, mais devemos nos aproximar de Deus através da fé.

Um pastor da nossa igreja nasceu herdando uma boa condição física a ponto de não ficar doente. Um dia ele pegou um terrível resfriado e passou a sentir dores no seu corpo inteiro. Pela primeira vez ele ficou de cama e pensou nos irmãos que estavam doentes, antes ele não entendia quanta dor sentiam, mas depois que ele ficou doente, ele pode entender o coração dos irmãos e irmãs que sofrem de alguma enfermidade.

Se este pastor sempre tivesse tido boa saúde, nunca poderia compreender o coração dos enfermos. Mas, já que sofreu pessoalmente de gripe, através do pensamento positivo pôde entender a vontade de Deus que estava escondida neste fato. Com isso, ele passou a ter mais amor e consideração do que antes.

Às vezes Deus põe provas em nossa vida. Mas, não é porque Ele queria nos fazer cairmos nos sofrimentos. Quanto Deus nos ama! Ele, suportando a dor extrema quando sua carne foi partida em milhares de pedaços, sacrificou tudo para salvar seus filhos. Então, nós temos que entender e compreender que é para o nosso próprio bem que Deus nos põe em situações difíceis e duras. Para o nosso crescimento espiritual e fortalecimento Deus nos põe em dificuldade e provas. Quando temos uma atitude positiva e damos graças em tudo, poderemos vencer todas as tentações e chegar seguros a Canaã espiritual.

Os 144 mil são os que seguem a Deus até o final, por onde quer que Ele os guie. Assim, eles, por terem a confiança absoluta em Deus, passarão a ser redimidos como as primícias dentre os inúmeros homens da terra.

Sejam feijoeiros, e não os brotos de feijão

Deus agora está cultivando o campo espiritual para colher as primícias espirituais. Ele nos dá o fertilizante que precisamos, e às vezes nos envia chuva e vento. Deus faz tudo isso para nos levar ao celeiro espiritual como bons frutos.

Os feijoeiros e os brotos de feijão germinam e crescem a partir da mesma semente. Porém, surge diferença entre estes dois por causa da diferença de tribulações. Os brotos de feijão crescem num lugar ameno recebendo as águas que são salpicadas várias vezes por dia. Também não têm inimigos naturais nem as dores. Por isso, não produzem frutos por terem crescido comodamente.

Por outro lado, mesmo sendo as mesmas sementes de feijão, as que foram semeadas no campo, quando brotam e crescem, enfrentam muitas condições difíceis e ásperas: ameaças dos inimigos naturais, chuvas fortes e ventos violentos, e o sol abrasador. Sob estas circunstâncias, suportando as dificuldades lançam suas raízes para encontrar águas e crescem cada vez mais. Assim se tornam mais tarde os feijoeiros que podem produzir dezenas e até centenas de frutos.

Considerando o processo de crescimento de uma planta, chegamos a compreender que os sofrimentos nos ajudam muito a crescer e produzir frutos. Há um provérbio em inglês dizendo: “No pain, no gain”. Se for traduzido, pode ser: “Sem sofrimento não há resultado.”

Se nós refletimos no que temos passado até agora, deve haver alguma situação difícil que cada um de nós tem enfrentado. Mas, quando pensamos no nosso passado, podemos entender que Deus nos pôs em tais situações para o nosso crescimento espiritual. Estes sofrimentos e provas nos serviram de trampolim para a nossa maturidade espiritual.

Quando temos uma fé absoluta em Deus e vemos de ponto positivo todas as situações dando graças ao invés de reclamações, Deus nos ajuda a vencer as tentações e ter bons resultados. Façamos o nosso melhor esforço para resistir às tentações. Não permitamos que nenhuma tentação ou prova impeça nosso crescimento espiritual. Tememos a Deus e demos-lhe glória, confiando absolutamente nele e seguindo-o. Então, nós, os 144 mil santos, venceremos todas as tentações e alcançaremos o eterno reino dos céus.

FacebookTwitterEmailLineKakaoSMS