WATV.org is provided in English. Would you like to change to English?

Um Pão de Feijão Vermelho ou Dois Pães

285 Visualizações

O protagonista, um estudante de ensino médio, chegou a casa depois da escola e encontra dois pães de feijão vermelho e uma nota de sua mãe em cima da mesa.

“Compartilhe-os com sua irmã menor, um para cada.”

Depois de ler a nota, ele comeu imediatamente um pão de feijão vermelho. No entanto, porque não se sentiu satisfeito, ficou pensando no pão de feijão vermelho que sobrou e finalmente comeu até da sua irmã, ignorando o pedido da sua mãe. E jogou no lixo a nota da mãe para destruir evidência.

Após passar o tempo, a sua irmã mais nova chegou à casa e viu a nota jogada no lixo. E a briga entre irmãos começou assim que a irmã mais nova ficou com raiva. O irmão achou que seria uma questão simples que resolveria se ele pedisse desculpa e comprasse um pão de feijão vermelho para ela, mas o problema não foi tão simples. Exigindo seu pão de feijão vermelho, a irmã mais nova disse:

“Você comeu dois, então eu preciso comer dois também! Então me compre dois pães.”

O irmão não pôde aceitar a insistência da sua irmã.

“Um era meu, então, só apenas um que preciso te devolver. Claro que só preciso comprar um para você e isso é inquestionável.”

Mostrando uma óbvia diferença de opinião, os dois irmãos não conseguem aceitar a opinião do outro. Eles continuam a insistir em paralelo sem chegar a um acordo. Então, como sua discussão foi resolvida? Quando a irmã adormece na mesa enquanto estudava, o irmão secretamente deixa dois pães de feijão vermelho ao lado dela e a história termina.

Esta é a história de um filme curto intitulado “Teoria do Pão de Feijão Vermelho”. Todo mundo, pode ter ficado magoado por causa da diferença de opinião com sua família, amigos ou desconhecidos. Se não tem uma resposta clara e é difícil de distinguir o que é certo e o que é errado, a discussão é prolongada insistindo nas suas opiniões, um ao outro. Isso porque as emoções das pessoas são complexas e muitas vezes, o certo e o errado das coisas que acontecem entre as pessoas, não podem ser distinguidos claramente como se fosse cortar um tofu em cubos. No entanto, se você tratar o outro com uma atitude teimosa para provar o que é certo e errado, persistindo apenas na sua insistência, o problema não será resolvido, também o seu sentimento e do outro serão magoados facilmente. Às vezes, uma boa chave para resolver o problema não é distinguir quem está errado e quem está certo, mas humilhar-se primeiro e estender a mão. Assim como a solução da história do filme foi a transigência e a consideração, não a quantidade de pães de feijão vermelho.

A Bíblia enfatiza a importância de amar e respeitar os irmãos e as irmãs primeiro (Rm. 12:10). Mesmo que tenha desacordo um do outro, se concedemos primeiro com coração de considerar e palavras comoventes, brota o amor fraternal e floresce a união. E lá Deus ordena sua bênção e a vida eterna.