WATV.org is provided in English. Would you like to change to English?

Medalha de Ouro por Fazer o Melhor

173 Visualizações

Steven Bradbury entrou na patinação de velocidade de 1.000 metros nas Olimpíadas de Inverno de Salt Lake City 2002. Ele mal passou da qualificatória, repetindo o mesmo erro de movimento antes do sinal de iniciar. Nas quartas de finais, em que apenas dois dos patinadores seguem para a semifinal, ele terminou a corrida em terceiro, então ele parecia estar fora. Mas o segundo colocado foi desqualificado e ele pôde avançar para as semifinais por pouco.

Nas semifinais havia medalhistas olímpicos esperando por ele. Como esperado, Bradbury iniciou atrás. Contudo, os competidores que lideraram caíram na curva final enquanto disputavam a posição, o que fez com que ele avançasse para a final incidentalmente. No final, também, Bradbury teve que disputar com grandes competidores e ele de novo estava se distanciando do grupo que liderava conforme se aproximava do final da corrida. Surpreendente, contudo, todos os patinadores à frente caíram depois de uma disputa feroz por posição. Isso permitiu Bradbury, que estava em último lugar, passar a linha de chegada sem pressa e levar a medalha de ouro.

Na verdade, ele, um patinador velho, tinha que considerar a aposentadoria por causa de uma séria lesão durante o treinamento. Contudo, ele venceu a dificuldade com a única determinação de desafiar a Olimpíada mais uma vez. Como resultado, ele pôde obter tal resultado valioso. Talvez sua medalha queira dizer: “Não desista ainda que você não seja o melhor. Se você fizer o seu melhor, você pode obter um resultado valioso algum dia”.