WATV.org is provided in English. Would you like to change to English?

Despertada com Minha Mãe no Coração

Jo Marie Supleo, de Mandaluyong, Filipinas

153 Visualizações

Visitei minha cidade natal após dez anos para comemorar o octogésimo aniversário do meu avô. Se eu tivesse que descrever o avô que conhecia, diria “rigoroso e forte”. Ele também era muito diligente, então geralmente cuidava de seu cultivo sem ajuda, exceto durante a colheita. Por isso, eu tinha certeza de que ele era muito forte e robusto.

No entanto, fiquei surpresa ao vê-lo dez anos depois do nosso último encontro. Ele estava muito fraco. Ele quase não se movimentava e tampouco falava. Passava a maior parte do dia em sua cadeira de balanço e dormia, mas quando precisava ficar de pé ou se sentar, precisava de ajuda. Não havia nada que eu podia fazer, exceto mostrar meu respeito a ele que estava tentando me reconhecer.

Vendo meu avô em uma situação tão lamentável, de repente me lembrei de alguém. Foi a Mãe celestial. A Mãe veio a esta terra e sofre dor e se sacrifica. O trabalho e o sacrifício da nossa Mãe envelhecida chegarão ao fim, somente quando este evangelho for pregado ao mundo inteiro. De repente eu senti o desejo de pregar. Decidi reunir minha mente dispersa e estar bem espiritualmente. No momento em que eu vi o meu avô, a minha fé não era firme; não estava cumprindo a missão que eu tinha que fazer e apenas guardava os cultos. Depois de ver meu avô, fiz um plano para permanecer firme na fé, mas não sabia como começar.

Naquele tempo, Sião estava ocupada estabelecendo uma nova Sião em outra província. Primeiro, fui à Sião recém-estabelecida e ajudei a ensinar os novos membros que foram guiados durante a missão de curto prazo. Mas essa situação não foi rapidamente aceita em meu coração. Minha falta de fé não me deixou em paz, então quis manter distância dos obreiros do evangelho dali, que estavam cheios do Espírito Santo. Na minha primeira noite, enquanto estava orando antes de dormir, eu senti muito arrependida por todas as ocasiões em que fugia da missão que Deus me confiou. Como Jonas, que fugiu da missão dada por Deus e se arrependeu no ventre de um grande peixe, derramei muitas lágrimas. Foi bom fazer algo novamente para o Pai e a Mãe, porém a vergonha e a inquietação permaneceram em mim por um tempo.

Mais tarde, participei de uma missão de curto prazo em Santa Maria. Era uma missão de curto prazo com alguns membros coreanos enviados pela Mãe, e isso fez me sentir mais sobrecarregada. Como eu tinha pouca fé, temia que não pudesse glorificar o Pai e a Mãe e que eu não pudesse dar frutos. Mesmo que ainda não conseguisse superar completamente meus sentimentos, pude dar frutos sob a graça de Deus.

No segundo dia, nos reunimos durante a tarde para refletir e fazer planos. Nossa equipe concordou em estabelecer a meta de cem batismos no dia seguinte. Os membros disseram “amém” com fé, mas eu o disse em voz muito baixa. Honestamente eu não pensei que seria possível.

Poucos minutos depois da reunião, o líder da equipe de repente colocou o telefone no modo viva-voz. Ouvimos uma voz muito familiar no telefone; foi a voz da Mãe. Todos nos aproximamos do líder, deixando de lado tudo o que estávamos fazendo para ouvir a voz da Mãe com mais clareza. Eu não compreendi completamente o que a Mãe estava dizendo naquele momento, mas eu sabia que ela estava nos abençoando. Não podia conter as lágrimas. Compreendi o quão egoísta e arrogante tinha sido por um longo tempo. Apesar disso, tive a oportunidade de ouvir a voz da Mãe. Fiquei muito grata e também envergonhada. Naquele dia, percebi o quanto eu sentia falta da Mãe.

Isso não foi tudo. Pude ouvir a voz da Mãe novamente no último dia da nossa missão de curto prazo, quando estabelecemos mais uma vez a meta de encontrar cem almas. Compreendi que a Mãe nos apoia e nos abençoa. Eu mesma experimentei essa graça. Sim, foi uma graça! porque foi permitida a mim que era uma filha pródiga.

Durante essa missão de curto prazo, a Mãe me abençoou com a irmã Gloree Lane, uma irmã muito alegre. Ela guardou o Dia de Sábado durante nossa estadia e até mesmo guiou à verdade a sua colega. Mesmo quando não estávamos mais lá, ouvimos que ela veio constantemente a Sião e deu outros frutos pregando com os obreiros do evangelho. Eu a vi novamente quando ela veio à nossa Sião para se juntar à limpeza ambiental. Não podia acreditar em todas as coisas com as quais eu tinha sido abençoada.

A graça da Mãe continuou vindo sobre mim. Até eu receber a verdade e crescer na fé, havia uma irmã que me influenciava muito. Ela sofria muita perseguição da sua família, que era católica devota. Perdemos contato com ela e nunca mais ouvimos falar dela. Orei por ela, que tinha passado por momentos tão difíceis durante anos. E para minha surpresa, ela voltou quando se formou na universidade; ela se tornou mais independente e muito mais corajosa. Deu até frutos como resultado da sua paciência e perseverança, e foi encarregada de cuidar dos membros. Seus irmãos que ela tinha guiado há muito tempo quando ela ainda era um novo membro, agora se tornaram obreiros do evangelho que dão frutos. Seu irmão mais novo também abriu seu coração e foi guiado a Sião.

Além disso, minha mãe, que pertence a Sião de Barcelona, está me entregando a boa notícia. Ela é perseguida por nossos parentes, que tentam persuadi-la a retornar à igreja deles. Mesmo sob essa circunstância, ela conseguiu guiar alguns de seus amigos para Sião.

Como eu pude receber essas bênçãos? Eu era apenas uma filha muito lenta e fraca. Somente quando apreciei a Mãe em meu coração, pude tentar superar minha fraqueza e falta de fé. Como o Pai disse, a força para suportar tudo depende da Mãe. Quando me esqueci dela, perdi minha força e caí. Mas quando senti a presença da Mãe, voltei aos meus sentidos. Oro para que eu sempre me lembre do amor e sacrifício da Mãe por mim, para suportar todo tipo de provações e sofrimentos.

No aniversário do meu avô, todos os parentes espalhados do outro lado do mundo se reuniram lá. Eles voltaram para as Filipinas, tirando uma longa licença do trabalho e desistindo de outras coisas.

É o mesmo com os filhos celestiais. Esperando o dia em que se reunirá toda a nossa família celestial, sempre pensarei na Mãe e estarei com ela.