WATV.org is provided in English. Would you like to change to English?

O Amor da Mãe Apenas por Seus Filhos

Maxwell Rothstein, de Filadélfia, PA, EUA

391 Visualizações

Um dia estava almoçando com meu avô e estávamos discutindo sobre o que era a coisa mais importante nos relacionamentos. Mencionei que a comunicação é o mais importante, então ele me contou uma velha história.

Antes de meu pai nascer, meus avós tiveram outro filho que nasceu com morte cerebral, e o médico disse a meu avô que ele viveria apenas um dia, uma semana ou duas no máximo. A maior preocupação de meu avô era como se partiria o coração de minha avó ao ver seu filho morrendo desta maneira, e quis evitar essa dor. Por esta razão, sem consultá-la, tomou a decisão de enviar seu filho recém-nascido a uma instituição distante. Depois disto, ele sentiu que minha avó se distanciava mais e mais dele. Ele pensou que ela estava ressentida por ele ter enviado seu filho para muito longe, mas ainda assim não queria vê-la enfrentar a dor de ver seu filho morrer.

Mas então, a instituição onde havia posto o bebê fechou, e ele foi transferido a outro lugar que ficava a apenas seis minutos de distância de sua casa. Pensando que não podia ser uma coincidência, meu avô começou a visitá-lo sozinho. Mas, o menino mal podia aguentar, apesar dos esforços que meu avô fazia para cuidá-lo.

Um dia, meu avô chegou em casa e abriu a porta principal. Minha avó estava de pé firmemente na porta principal e disse: “Irei ver meu filho, e você não pode nem deve me impedir”. Nesse momento, ela saiu correndo da casa e se dirigiu à instituição. Meu avô correu e a seguiu até lá.

Desde esse momento, ambos iam ali para cuidar de seu filho todos os dias. Mesmo que ele não pudesse fazer nada por si mesmo, a maior alegria na vida de minha avó era estar junto com seu filho. Meu avô disse que ela nunca esteve tão contente e cheia de alegria como estava naquele momento. Milagrosamente, através do amor de minha avó que sempre esteve ao lado de seu filho, o menino viveu dezoito anos.

Depois desta história, meu avô me disse: “A comunicação é muito importante nos relacionamentos, mas sua avó e eu nos tornamos um só através de nosso filho e de nosso amor por ele”. Esta história me fez compreender o grande amor de nossa Mãe celestial e o coração do Pai celestial. O Pai ama tanto a Mãe que se preocupa não somente por nós, mas também pela felicidade e o conforto dela. Ele esteve disposto a sacrificar-se para evitar que ela sentisse qualquer dor. Porém, nossa Mãe celestial não pode viver sem seus filhos. Ela está cheia do amor que se preocupa conosco. Nada pode deter o amor de nossa Mãe celestial por nós. Para a Mãe não importa se temos alguma incapacidade, se somos lentos, ou se nos falta algo. Sua maior alegria é apenas estar conosco. Ela veio a esta terra para estar conosco e nos salvar. Através de seu amor e sacrifício somos curados e temos uma nova vida.

Nosso Pai e nossa Mãe celestiais são os mais importantes em nossas vidas. Compreendendo o amor de Deus Elohim, hoje quero fazer uma resolução: me esforçarei ao máximo para levar nossa Mãe ao seu lar, onde o Pai celestial está. Esperando o dia em que nos encheremos da eterna felicidade e alegria com nosso Pai e nossa Mãe no céu, trabalharei em união com os irmãos e irmãs para terminar nossa missão nesta terra.