WATV.org is provided in English. Would you like to change to English?

Oportunidade

Seon Ha-na, de Seul, Coreia

259 Visualizações
FacebookTwitterEmailLineKakaoSMS

Depois de entrar na universidade, passei a fazer uma viagem de ida e volta de quatro horas à universidade por algum tempo. Estava triste, não por estar cansada, mas por não ter tempo suficiente para a obra do evangelho enquanto passava meu tempo no caminho. Pensei que não poderia fazer mais essa rotina e decidi viver sozinha perto da escola.

Estava preocupada por ter de viver sozinha pela primeira vez, mas contente pelo fato de poder ir a Sião com frequência para as reuniões e realizar as atividades do evangelho dos jovens que eu tanto queria. Contudo, apareceu uma emboscada inesperada. Como meu corpo se sentia confortável, tornei-me preguiçosa.

“Não era isso o que eu pretendia…”

Minha atenção se dirigiu pouco a pouco a meus amigos que desfrutavam de suas vidas ao invés de me concentrar em salvar almas. Odiei-me por isso; senti uma grande vergonha quando percebi que minha fé era, na verdade, muito pequena, longe dos braços da minha mãe.

Despertei espiritualmente depois que o Festival de Pregação da Nova Jerusalém foi proclamado no fim do ano passado. Nossos membros tomaram a decisão de se dedicar ao evangelho com 100% de fé, celebrando o 100º aniversário do nascimento do Pai, com grande paixão. Isto acendeu um fogo em meu coração. Considerei o Festival de Pregação como a última oportunidade para mim.

De fato, exceto no tempo em que me uni à missão de curto prazo no exterior, não havia dado fruto em minha vida no campus por três anos. Provavelmente, isso seria um resultado razoável. Desta vez, apenas pensei que deveria fazer o melhor que pudesse.

Como resultado de fazer o melhor esforço como havia decidido, pude encontrar três membros da família celestial em minha universidade. Dois deles eram estudantes estrangeiros. A Bíblia deve ter parecido pouco familiar para eles, porque cresceram em um país onde o cristianismo não é a religião nacional, mas entenderam bem a verdade. Até agora estudam diligentemente a Bíblia, aprendendo a cultura de Sião e a verdade.

A outra pessoa é um ano mais nova que eu e nos tornamos próximas em um emprego de meio período. Quando eu falava sobre a verdade de vez em quando, ela dizia a mim: “Sua igreja é diferente das igrejas de hoje. É reformadora!”. Ela se comoveu com a Exposição Literária e Fotográfica “Nossa Mãe” e renasceu como filha de Deus.

Nunca havia guiado três almas em um mês, por isso fiquei de boca aberta. Por outro lado, recordei a palavra de Deus que nos animava sempre: “Vocês podem fazer, se vocês tentarem. Tenham fé”. Dei-me conta de que não pude receber as bênçãos até agora porque não havia posto em prática a palavra e não tinha fé. Envergonhei-me de mim mesma por ser imperfeita em muitos aspectos.

Irei me recompor e farei meu melhor esforço para salvar almas durante o resto de minha vida no campus. Não devo continuar perdendo a oportunidade de receber as bênçãos que Deus preparou para mim.