WATV.org is provided in English. Would you like to change to English?

Bênçãos e Maldições pelas Palavras

1310 Visualizações

A Bíblia registra a história das pessoas que receberam bênçãos por suas palavras e pessoas que receberam maldições por suas palavras. Através das suas histórias, vamos pensar que tipo de palavras devemos falar.

1. Pedro recebeu as chaves do reino dos céus.

“Indo Jesus […] quem dizeis que eu sou? Respondendo Simão Pedro, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. Então, Jesus lhe afirmou: Bem-aventurado és, Simão Barjonas, […] Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus; e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus.” Mt. 16:13-19

Quando Jesus perguntou: “Quem vós dizeis que eu sou?”, Pedro respondeu sem hesitação: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”. Como resultado de suas palavras fiéis, Pedro pôde receber a grande bênção das chaves do reino dos céus.

2. O ladrão à direita de Jesus foi salvo.

“Um dos malfeitores crucificados blasfemava contra ele, dizendo: Não és tu o Cristo? Salva-te a ti mesmo e a nós também. Respondendo-lhe, porém, o outro, repreendeu-o, dizendo: Nem ao menos temes a Deus, estando sob igual sentença? Nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o castigo que os nossos atos merecem; mas este nenhum mal fez. E acrescentou: Jesus, lembra-te de mim quando vieres no teu reino. Jesus lhe respondeu: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.” Lc. 23:39-43

Quando Jesus estava na cruz, as pessoas e os governantes ridicularizaram Jesus, dizendo: “Se tu és o Cristo, salva-te a ti mesmo”. Até mesmo o ladrão à esquerda de Jesus zombou dele, dizendo: “Não é tu o Cristo? Salve-nos!”.

Contudo, o ladrão à direta foi diferente deles. Ele defendeu Jesus, dizendo que não havia nada de errado com o que Jesus fez. Ele até mesmo mostrou sua fé em relação a Jesus, dizendo: “Por favor, lembra-te de mim quando vieres no teu reino”. Quando Jesus estava na situação dolorosa do sofrimento da cruz e sendo ridicularizado e zombado pelas pessoas que ele criou, as palavras fiéis do ladrão à sua direita o tocaram e o confortaram, e Jesus o permitiu estar com ele no paraíso. O ladrão à direita pôde receber a bênção da salvação através das suas palavras graciosas.

3. Os judeus foram amaldiçoados, não apenas eles mesmos, mas também seus descendentes.

“Vendo Pilatos que nada conseguia, antes, pelo contrário, aumentava o tumulto, mandando vir água, lavou as mãos perante o povo, dizendo: Estou inocente do sangue deste [justo]; fique o caso convosco! E o povo todo respondeu: Caia sobre nós o seu sangue e sobre nossos filhos!” Mt. 27:24-25

Os judeus cometeram o pecado de crucificar Jesus que veio como Cristo. Além disso, eles pediram por punição, dizendo: “Caia sobre nós o seu sangue e sobre nossos filhos!”. No final, eles foram punidos de acordo com suas palavras más. Jerusalém foi destruída em 70 d.C., e durante a Segunda Guerra Mundial, seis milhões de judeus foram massacrados pelos nazistas alemães. Como resultado de suas palavras más, não apenas eles foram destruídos, mas também seus descendentes foram destruídos.

4. Moisés não pôde entrar na terra de Canaã.

“Não havia água para o povo; então, se ajuntaram contra Moisés e contra Arão. […] Disse o Senhor a Moisés: […] falai à rocha, e dará a sua água; assim lhe tirareis água da rocha […] Moisés lhe disse: Ouvi, agora, rebeldes: porventura, faremos sair água desta rocha para vós outros? Moisés levantou a mão e feriu a rocha duas vezes com o seu bordão, e saíram muitas águas; e bebeu a congregação e os seus animais. Mas o Senhor disse a Moisés e a Arão: Visto que não crestes em mim, para me santificardes diante dos filhos de Israel, por isso, não fareis entrar este povo na terra que lhe dei.” Nm. 20:2-12

Moisés não pôde entrar na terra de Canaã, que era o único desejo de sua vida, por causa de uma palavra. Já que era o poder de Deus a rocha ser ferida e sair água dela, ele deveria dar glória a Deus. Contudo, Moisés não fez isso e deu a glória a si mesmo, dizendo: “Faremos sair água desta rocha para vós outros?”. Moisés não pôde entrar na terra de Canaã que ele sonhou ansiosamente por causa das palavras que usou glorificando a si mesmo.

5. Os dez espiões guiaram os israelitas a cometer pecado.

“Ao cabo de quarenta dias, voltaram de espiar a terra, […] Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós. E, diante dos filhos de Israel, infamaram a terra que haviam espiado, dizendo: A terra pelo meio da qual passamos a espiar é terra que devora os seus moradores; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura. Também vimos ali gigantes (os filhos de Anaque são descendentes de gigantes), e éramos, aos nossos próprios olhos, como gafanhotos e assim também o éramos aos seus olhos. Levantou-se, pois, toda a congregação e gritou em voz alta; e o povo chorou aquela noite. Todos os filhos de Israel murmuraram contra Moisés e contra Arão; […]” Nm. 13:25-14:13

Entre os doze espiões enviados à terra de Canaã, dez espiões não acreditaram na palavra de Deus de que lhes daria a terra de Canaã, e eles infamaram a terra de Canaã, dizendo que nunca seriam capazes de conquistá-la. Como resultado, todos os israelitas se queixaram e reclamaram contra Deus. No final, os espiões que infamaram a terra de Canaã e os israelitas que concordaram com eles e disseram palavras de queixa e reclamação foram todos destruídos no deserto. (Nm. 14:35-38)

Essas histórias na Bíblia nos mostram quão importante são as palavras. Se você fala palavras graciosas e fiéis, sempre receberá a bênção de Deus. Contudo, se você fala palavras sem fé e perversas, a maldição e resultados não graciosos surgirão. Lembrando-nos destes ensinamentos da Bíblia, vamos receber muitas bênçãos de Deus ao sempre falar palavras graciosas e fiéis.

Questões de Reflexão
Como o ladrão à direita de Jesus pôde receber a salvação?
Por que Moisés não pôde entrar na terra de Canaã, onde ele ansiosamente queria entrar?