WATV.org is provided in English. Would you like to change to English?

Dar Amor

404 Visualizações

AUGUSTO, um conto de fadas de um escritor alemão chamado Hermann Hesse, mostra bem como a mente de receber o amor e a mente de dar o amor influenciam em nossa vida. Nascido como uma criança póstuma, Augusto cresce recebendo o amor pelos todos, conforme o desejo da sua mãe a um idoso misterioso. Como ele só recebia amor dos outros, se tornou egoísta, vivendo numa vida tortuosa, e cometeu todos os tipos de crimes. Ao sentir vazio, até decidiu desistir de sua vida. Naquele momento, o idoso misterioso apareceu novamente e lhe perguntou o desejo. Augusto pediu: “Faça-me amar todos os outros”. Logo o dia seguinte, ele parou de se amar, foi desprezado, rejeitado pelas pessoas que o odiavam e foi acusado por causa dos seus pecados passados. Entretanto, daquele momento em diante, descobriu o lado adorável das pessoas e aprendeu a amá-los. Arrependeu-se de seus pecados na prisão por um longo tempo, e compartilhando o amor seu coração ficou mais feliz. Mesmo depois de ter sido libertado da prisão, ele procurou aqueles que se afastaram dele para ajudá-los e compartilhou seu amor com eles. No último momento de sua vida, Augusto encontrou o idoso misterioso de novo. Vendo os anjos que estiveram com ele na sua infância, ele descansou em paz.

O verdadeiro amor não é receber e sim dar. Aqueles que desejam receber o amor não se sentem satisfeitos com seus desejos sem fim. No entanto, aqueles que querem dar o amor consideram a situação dos outros, encontram o lado belo dos outros, servem os outros e se sacrificam.

Nosso antigo homem era um pecador como de Augusto, apenas recebíamos amor. Nosso pecado no céu começou a arrogância, egoísmo e rebelião. Mas agora que aprendemos a dar amor, estamos mudando. A primeira das Lições da Nossa Mãe é: Assim como Deus sempre nos dá o seu amor, é maior bênção dar amor do que receber. Os membros da Igreja de Deus dão e praticam o amor em todo o mundo através do serviço voluntário, socorro e pregação, seguindo o exemplo de Deus Elohim que nos amou se sacrificando até a morte. Quando compartilhamos o amor, enriquece e agrega mais valor a nossa vida.