WATV.org is provided in English. Would you like to change to English?

Embora Não Possamos Nos Encontrar

Amelia Kitinoja, de Denver, CO, EUA

213 Visualizações

Desde que a COVID-19 atingiu o mundo, nossas circunstâncias mudaram drasticamente nos Estados Unidos. Quase tudo em nossa vida diária havia parado, inclusive nosso trabalho, e não podíamos nem mesmo ir à igreja. Apesar da situação, a obra de salvação das almas foi notavelmente cumprida com a ajuda de Deus.

Uma irmã me ligou um dia e perguntou se eu poderia estudar pelo telefone com a esposa de um irmão que de repente mostrou interesse pela Bíblia. Eu disse de bom grado que estava disponível. Estudei com Debbie, a esposa de um irmão senhor, duas vezes quase todas as semanas por telefone. Estudando com ela em uma situação em que não podíamos nos encontrar livremente, eu estava ansiosa. Eu estava preocupada se ela pudesse entender e aceitar a palavra de Deus porque não tínhamos visto o rosto uma da outra. Enquanto orava a Deus para que Debbie também pudesse ir ao reino dos céus, lembrei-me de mim mesma quando estudei a Bíblia pela primeira vez. Embora eu tenha estudado a Bíblia por meses, vacilei e hesitei sempre que me recomendavam a bênção de uma nova vida. Agora entendo a paciência que a irmã, que me conduziu à verdade, deve ter tido comigo. Pensando no fato de que recebi as bênçãos de Deus porque ela não desistiu de mim nem por um momento, me senti grata mais uma vez. Então, eu também decidi ser paciente e esperar por Debbie orando por ela. Apesar da situação em que era difícil ir a Sião, eu acreditava que Deus certamente abriria para nós o caminho para a salvação.

Depois de estudar a Bíblia por mais de um mês, finalmente fomos capazes de ir à igreja. Prendendo a respiração, perguntei a Debbie se ela queria se tornar uma filha de Deus, e ela respondeu que sim com uma voz alegre, sem qualquer hesitação, dizendo que estava esperando que eu pedisse. Senti uma alegria que nunca havia sentido em toda a minha vida. Combinamos de nos encontrar e cheguei um pouco mais cedo, nervosamente esperando por ela. Quando vi o irmão, soube que a mulher ao lado dele era Debbie. Quando ela me conheceu, as lágrimas brilharam em seus olhos o tempo todo. Eu podia sentir o quanto ela estava esperando pela verdade da salvação e como ela estava animada depois de ouvir as palavras de Deus. Quando fomos para Sião, todos os membros a receberam calorosamente. Graças aos membros que a trataram como um membro da família, ela não se sentiu nova em Sião, embora fosse sua primeira vez lá, e ela apreciou sua hospitalidade.

Vendo como a irmã Debbie foi conduzida a Deus, percebi que não importa quão difíceis sejam as circunstâncias, podemos encontrar com certeza nossos últimos membros da família celestial porque o próprio Deus os conduz. Em qualquer circunstância em que estejamos, nunca devemos desistir de encontrar nossos familiares celestiais.